O Outro Lado Do Sono Polifásico

Sleeping Virtue

Sabe, eu costumava gostar de dormir. Mas com o passar do tempo eu fui precisando cada vez de mais tempo livre: a vida curta, cada vez mais projetos na minha vida e ainda tinha minhas atividades padrões que eu não largo por nada (e sempre vão crescendo além do esperado). Então, cada vez dormindo menos e sofrendo para aguentar o ritmo, relying totalmente em café, no fim das minhas pesquisas descobri uma coisa mágica chamada ‘Sono Polifásico‘ , uma treta que faria eu aumentar o meu tempo acordado ao mesmo tempo que me desse um aumento no meu foco, estamina, criatividade e energia. Toda teoria do Sono Polifásico pode ser facilmente encontrada pela internet, e uma base interessante também no meu post anterior.

Quem não gostaria de ganhar todos aqueles benefícios? Aparentemente uma gama de pessoas, afinal, existem muitos adeptos da prática. Uma das partes da minha filosofia pessoal diz que com muito pensar e experimentação, você está obrigado a ter insights sobre  o que funciona e o que não funciona. E infelizmente Sono Polifásico é uma dessas coisas que não funcionam, pelo menos não a longo prazo. Eu não gosto de admitir a derrota, mas mesmo assim eu odeio inspirar pessoas a atividades perigosas.

Todo usuário de sono polifásico mais cedo ou mais tarde faz ajustes ao seu horário de dormir, tem sonecas maiores do que deveria ou para completamente com o novo estilo de vida. Mas por que? Eu prossegui com o ritmo polifásico de sono, everyman, fielmente (lê-se dormindo nas horas certas e nos tempos corretos) por muito tempo, o bastante para me acostumar. O problema é, que depois de um tempo eu deixei de conseguir manter os meus horários corretos, o que começou com pular uma soneca por causa de uma reunião no trabalho virou numa bola de neve e rotineiramente eu tinha que fazer isso e então por consequência a minha soneca principal sempre passava dos horários e coisas do tipo, e logo como uma bola de neve ficou difícil de manter. No começo os únicos problemas que eu tinha era a dificuldade imensa de acordar nas sonecas da tarde depois de um tempo pulando sonecas por causa de motivos da vida entre outras coisas ficou-se super difícil de manter e vários sintomas de privação do sono começaram a pipocar. Porém, se você for muito convencido sobre sono polifásico você está fadado a acreditar que toda esses problemas que aparecem em virtude de privação do sono na verdade são o ‘reset’ que você fez ao seu novo ajuste. Manter um ritmo polifásico de sono requer muita disciplina e planejamento, qualquer desvio do padrão estipulado trás resultados tendencialmente negativos.

Mas é claro, que tudo isso também tem seus benefícios. Muitos dizem que aumenta a quantidade de sonhos lúcidos consideravelmente, isso eu não posso afirmar ser verdade pois desde muito tempo que eu tenho experiências com isso e não tenho resource para dizer se sono polifásico ajuda nisso ou não (mas considerando a relação REM – Sono Polifásico – Sonho Lúcido eu diria que isso é verdade). Bem, eu parei de procrastinar, afinal, a dissonância cognitiva entre a ‘cruel’ luta contra o sono por uma boa razão que não é ficar vendo televisão ou fazendo nada faz com que tenhamos um conceito mental melhor definido sobre a importância do tempo. Além de claro, ter aprendido métodos que garantem que eu acorde na hora necessária (alarmes escondidos, alarme ligado a amplificador e coisas do tipo), isso é uma das coisas menos interessantes, eu sempre odiei dormir então para  acordar no começo era tranquilo e só precisei recorrer a práticas desta maneira quando eu comecei a perder o controle sobre o padrão de horário.

De certa forma, eu também experimentei alguns dos efeitos benéficos da meditação. Afinal, privação de sono faz parte de muitas técnicas de meditação e ela costuma dar alguns insights sobre a natureza do eu atual e do eu decorrente (que eu já comentei algo sobre isso aqui eu acho). Mas as coisas que a maior parte das pessoas sente falta quando abandona esse processo é das noites, que quando todo o mundo envolta de você está dormindo e você está acordado, que tudo no universo parece estar sendo carregado unicamente por você. Magia Pura.

Então o que exatamente acontece quando nós meros mortais tentamos derrotar o dormir? Assista esse video de 10 minutos no youtube:

E esse também:

Mas porque não funciona a longo prazo? Os bebês podem, por que não nós? A resposta rápida: bebês dormem por volta de 16 horas por dia e isso é bem diferente do na nossa tentativa de dormir apenas três. E quando os bebês tem cerca de 1 ano de idade eles mudam o ritmo de sono para algo mais monofásico ou bifásico. E é exatamente isso que o expert em sono polifásico recomenda. Claudio Stampi, o homem que começou sua pesquisa em ciclos de sono extraordinários estudando marinheiros e que também foi a primeira pessoa a estudar sono polifásico. Stampi dorme num ciclo bifásico (seis horas de noite e 30 minutos durante o dia). E isso é porque somos seres bifásicos.

E sim, nós podemos nos adaptar a várias situações (como sono polifásico), mas apenas a curto prazo. Assim como fumar um cigarro de vez em quando não vai fazer muito mal, sono polifásico de vez em quando não vai fazer muito mal também. Mas como você viu em ambos os vídeos as habilidades cognitivas diminuem ao longo que você está em privação de sono. Um estudo de meta-análise geral diz que a longo prazo a privação do sono pode fortemente prejudicar o funcionamento humano, levar a problemas cardíacos, um sistema imunológico mais fraco, diabetes, obesidade, depressão e problemas do sono crônico. E se você ler o blog dos praticantes de sono polifásico verá que esses problemas são muito mencionados.

Os seres humanos vivem de acordo com o ciclo circadiano que é de cerca de 24,2 horas. Durante esse ciclo nós temos dois momentos onde nos sentimos sonolentos, isto é por causa que nossos corpos estão sendo preparados para dormir. A fim de fazer isso ele irá alterar os níveis hormonais, como o cortisol e a melatonina além de reduzir a pressão arterial e atividade motora. É por isso que é difícil de tirar um cochilo na parte da manhã, e difícil acordar depois do cochilo da noite. O fato de você conseguir dormir em qualquer momento no sono polifásico é porque você está em privação de sono, o que faz com que seja muito mais fácil cair em um sono profundo. Há de fato alguma compressão das fases do sono menos importantes no sono polifásico mas isso é apenas a sua priorização corpo. A realidade é que o mesmo quer mudar completamente para um ciclo mono ou bifásico. Daí a razão para a crescente dificuldade de acordar com o tempo de prática.

Mas o fato de que nós precisamos de aproximadamente oito horas de sono diárias ainda é uma questão. Morcegos dormem cerca de 20 horas por dia, enquanto girafas funcionam perfeitamente com 2 horas/dia. Nenhuma correlação foi ainda encontrada entre tamanho de mamíferos e funções cognitivas e/ou  físicas e sono. A única coisa que temos agora é um tapete gigante de evidências que mostram que a falta de sono é muito perigoso, e sono polifásico não é uma exceção.

Então o que pode se dizer sobre o conto do sono polifásico e ter mais 10 anos de vida produtiva? Algumas pessoas se ajustam mais facilmente, tem menos sintomas negativo e mais força de vontade. Estas pessoas provavelmente podem mudar para um ritmo polifásico com o minimo de efeitos colaterais. Ajuda muito se você de outra forma viver saudável. Porém, para a maior parte das pessoas, sono polifásico só funciona por um período curto. Se você for pego na correnteza do rio de produtividade da sociedade moderna, o sono polifásico pode dar-lhe esse pouco de tempo extra para completar todos os seus prazos. Mas não fique desapontado se você tem que dormir depois todo sono perdido depois e/ou têm problemas para fazer o trabalho mental pesado.

Então qual seria o tipo de sono mais saudável? Deve ser uma boa ideia deixar seu corpo decidir. Assim como com o conhecimento de como bater o seu coração e trabalhar sua glândula pineal, ele sabe melhor quando dormir e quanto tempo para dormir. Vá para a cama quando você sentir sono. Troque as vezes internet pela leitura de um livro à luz de velas, se possível não use um alarme para te acordar deixe que o sol o faça. Não se preocupe em dormir demais. Se você seguir essas diretrizes simples você vai automaticamente mudar para um ritmo monofásico ou bifásico bem saudável.

A unica conclusão que eu tenho sobre tudo, é que sono polifásico é para poucos. Já é difícil de manter pelo simples fato que o resto do mundo não caminha o mesmo padrão, ou seja, você trabalho, estuda, joga bola e sei lá mais o que em horários que vão te atrapalhar de seguir a rotina polifásica.  Existem pessoas que vivem por anos seguindo esse padrão? Existem. Mas antes de achar que isso é fato global e que vale para todas as pessoas, reflita sobre todas as pistas que o mundo te dá para invalidar isso e pense sobre. Eu que mantive uma rotina por bastante tempo vivo hoje de um ritmo bifásico em que eu durmo cerca de 4 horas e meia por dia,  pra mim não sei se é o melhor, mas como eu odeio dormir está perfeito.

Bons sonhos!

Sobre AA

"Não sou tão careta quanto pareço. Nem tão culto. Não acredite em nada do que eu escrever. Acredite em você mesmo e no seu coração."
Esse post foi publicado em Vida e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para O Outro Lado Do Sono Polifásico

  1. Almir disse:

    Parabens pelo texto, eu estava pesquisando sobre o assunto e achei ele bem completo.

  2. f.sho disse:

    Eu não acompanhava o blog, mas depois deste post vou passar a acompanhar ! Parabéns pela maneira como você expôs os fatos, como concluiu, como construiu o texto e etc… Fiquei admirado com a qualidade da sua ‘resenha’. Não sou especialista para falar, mas acredito que você deva ser jornalista e gostaria de parabeniza-lo, se esse for o caso, você é um dos bons.

    Quanto ao sono polifasico, vou avaliar um pouco melhor antes de me decidir, fato que me faz pender a aderir à pratica é que eu também detesto dormir.

    Grande abraço.

  3. kevin disse:

    É um assunto bastante polêmico. Já cheguei a pensar que esse mito de 8 horas seja apenas uma maneira de reduzir a produtividade das pessoas , dando espaço para outras adquirir mais conhecimento enquanto bilhões de pessoas estão dormindo.Mas , simm acredito que o sono seja essencial, já fiquei alguns dias sem dormir e começei a ter lapsos de mé moria,alucinações, percebia que a todo momento o cerebro queria entrar no REM, mas ,por outro lado, eu estava mais criativo e meu cérebro estava mais ágil , NA HORA DE ESCREVER estava sem o maldito bloqueio criativo, foi muito paradoxxal.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s