Pensamento em paradoxos.

Eu tinha , digo, ainda tenho uma definição característica de gênio (de genialidade) muito própria; um gênio é  apaixonado, profundo, intenso e as vezes furiosamente dominador. Mas há algum tempo eu li em algum lugar que uma das marcas de um gênio é ser capaz de segurar opostos juntos, e claro, transcendê-los. Isso ficou comigo e com o tempo eu tentei entender o sentido disso, afinal, como muitas coisas, em primeira instância me pareceu um conceito muito confuso. Com o tempo esse conceito começou a fazer muito sentido para mim, seja graças a meu amadurecimento intelectual ou quaisquer outras coisas aleatórias que eu faço da minha vida, hoje eu não sei como eu viveria sem esse conceito estando inerte em mim.

Esta linha de pensamento agora se tornou uma das minhas coisas favoritas na hora de filtrar coisas do mundo. Definitivamente foi o que me ensinou os perigos de se agarrar absolutos aparentes, e me fez ter uma mente mais aberta ao mundo. Uma vez que você acredita em algo como um absoluto, você está automaticamente excluindo-se de acreditar no oposto, o que significa que, de certa forma uma parte de sua liberdade de pensamento como ser humano é perdida como resultado.

Um exímio exemplo que se eleva em cima do tipo convencional de pensamento construído com absolutos é a dualidade onda-partícula. Eu amo esse exemplo porque ele é um pouco recente e mostra os possíveis erros absolutos e como eles podem evitar que você pense “fora da caixa” por assim dizer.

Dualidade onda-partícula é o conceito de que toda matéria e energia exibem propriedades “tipo”(tipadas como) onda e partícula. Físicos argumentaram por um longo tempo se a luz era uma onda ou uma partícula, e a insistência nas suas crenças presentes estavam impedindo-os de realizar a possibilidade de que a luz poderia ser ambos ao mesmo tempo. Embora esse seja um exemplo muito concreto, mesmo experimentos mentais abstratos parece funcionar muito bem. Tome esses dois opostos como exemplo:

Você não é nada. Você é tudo.

Ambos carregam alguma verdade e significado. Podemos dizer que você é tudo porque em qualquer dado momento você está em contato com tudo no universo. É impossível escapar tanto dos elementos materiais quanto os imateriais do universo, eles estão constantemente em contato com o seu ser em uma infinidade de maneiras. Alguns exemplos são os átomos diretamente tocando sua pele enquanto você se senta, ondas magnéticas e invisíveis, ondas da luz do sol passando através de você e etc. Através desse fenômeno vemos que nada pode realmente se separar do resto de toda a existência. Ao mesmo tempo, nós não somos nada. Ser parte de tudo de certa formar significa que você é verdadeiramente nada como um indivíduo. A ideia de que somos separados do universo é mais ou menos uma ilusão muito persistente que, de alguma forma adquirimos. E mesmo se estivéssemos separados… a quantidade de matéria que você consiste num escopo relativo ao quanto infinito é o universo é matematicamente zero.

Agora eu gostaria de amarrar essa linha de pensamento em outra, o conceito e a descoberta de saber nada, mas,porém,entretanto, tudo saber. “O Caminho do Samurai” chama isso de estrada sem trilhas, onde os infinitos segredos aparecem. Uma vez que percebemos o quão nos falta, só, apenas, temos tudo a ganhar. Segurar esse pensamento pode remover todo o senso de orgulho e humildade. Sem saber nada não há nada para se orgulhar, e ao mesmo tempo não precisamos nos sentir humilhados porque chagamos a um acordo com as nossas imperfeições. Mesmo enquanto não sabemos nada, podemos saber tudo, porque a verdade de cada situação existe em nosso ser.

Você não sabe nada, você sabe tudo.

É por isso que estar sempre aberto a estar errado pode ser tão poderoso. Você cria um personagem dinâmico que não pode mostrar fraqueza, porque quando você realmente se deixa libertar, você se abre para o universo lhe apresentar o tipo mais poderoso de verdade. Você se torna uma força fluida que se adapta a tudo e a qualquer coisa facilmente, porque seu ego e preconceitos não ficam no caminho. Ter um ego faz com que pessoas caiam mais forte, faz com que estes parem de aprender com seus erros em seus caminhos e também os impede de mudar a próxima crítica construtiva em uma versão nova, mais poderosa e melhor do seu ser. Ser excessivamente confiante com seu conhecimento te torna vulnerável a estar se agarrando em algo falso. Como diria o mestre Bertrand Russel : “Eu nunca morreria pelas minhas crenças pois no fim, eu poderia estar errado”.

Bruce Lee acreditava que isso tudo é como o núcleo da filosofia “da luta” dele. Eu adoro isso porque eu acho que se aplica muito mais além de artes marciais: ” Be formless, shapeless, like water. If you put water into a cup, it becomes the cup. You put water into a bottle; it becomes the bottle. You put it into a teapot; it becomes the teapot. Water can flow, or it can crash.Be water,my friend..”

Saber nada nos permite estar em fluxo com tudo. Nas artes marciais Bruce Lee enquanto se permitia não saber nada também, simultaneamente carregava tudo que sabia. Quando alguém lhe disparava um ataque, sua mente completamente relaxada, aberta e treinada automaticamente o mostrava o caminho com os passos que ele deveria tomar para o sucesso, tudo que ele fazia, e que tinha que fazer, era se deixar levar através dessa trilha. Nesse sentido, a única pessoa que você está vencendo é você mesmo. Este é o lugar onde o poder de se elevar acima dos opostos entre em jogo. Se nós não sabemos nada, nós podemos saber tudo. Qualquer que seja o conhecimento que já tenhamos adquirido já existe fora de nós, tudo que precisamos fazer é deixá-lo aplicar-se, deixá-lo preencher o vazio como a água. Tais são muitas coisas na vida, deixar ir algumas de nossas crenças pode libertá0lo e dar-lhe a capacidade de elevar-se acima do resto. Como mencionado no filme Clube da Luta : “É só quando você perdeu tudo que você está livre para fazer qualquer coisa”. E aproveitando, lembre-se que em determinada instancia não somos livres, afinal, fomos jogados no mundo sem nosso consentimento.

Olhe suas crenças e preconceitos, considere o oposto. Guarde ambos com você, supere-os.

Sobre AA

"Não sou tão careta quanto pareço. Nem tão culto. Não acredite em nada do que eu escrever. Acredite em você mesmo e no seu coração."
Esse post foi publicado em Filosofia e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Pensamento em paradoxos.

  1. claudio barros disse:

    valeu filho adorei ta virando um escritor tb
    abraços

  2. Catalina disse:

    this is nice post!

  3. aline disse:

    tou muito orgulhosa de voce

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s