‘And the thing about destiny is it never ever sets you free’

Eu estava pensando aqui em todas as coisas que eu sou péssimo, depois de vários minutos parado pensando conclui que no top 5 um destaque inusitado é o fato de minha pessoa não conseguir iniciar um texto. Exatamente isso, sou um péssimo escritor de começos de texto, mas espero que não um péssimo escritor em totalidade, haha.

Enfim, estava discutindo esses dias com várias pessoas arbitrarias o que criou vários questionamentos uteis para discutir, mas como poucas sabem, me descobri com memória podre (eu sempre tive anyway, só confirmei) e agora não lembro de nada fixamente. Why god , why?

Faz um tempo que eu não posto aqui;  normalmente sempre postava quando tinha um insight de crescimento pessoal ou era envolvido por uma grande emoção. Mas ultimamente não é que nada disso não tenha acontecido, considero minha vida bastante agitada pensando nisso tudo, o que acontece é que ultimamente as coisas estão muito rápidas. Começa a semana, quando eu olho melhor já estamos em outra, problemas, problemas e problemas, esses dias estão difíceis, espero que seja apenas uma aura passageira, afinal alem de ser fato que eu não estou sozinho nessa, parece que tem uma galera próxima que ta passando por dificuldades também.

Mas realmente, crescer é totalmente vinculado à isso , a ter problemas, sentir dor e coisas mais que vocês todos estão cansados de saber. E sabe, esse é um dos “problemas” fundamentais do crescimento, mas que também existe para fazer com que o crescer se torne tão especial.  Afinal, como em vários aspectos crescer está vinculado a dor, faz com que grande parte das pessoas abandonem essa jornada quando a carga de dor se torna pesada demais para ser suportada e instancia em nós aquele aspecto que destrói nossas relações interpessoais, mata o espirito e nos impede de realizar nossas metas.

Esse aspecto meus amigos, é aquele arquétipo que Jung nomeou de Sombra. Como já pronunciado em algum lugar desse blog alguma vez: contém todas as nossas facetas que tentamos esconder ou negar; os aspectos sombrios que julgamos não serem aceitáveis para a família, para os amigos e, mais importante, para nós mesmos. Carrega o caos e a selvageria da personalidade, onde sentimentos obscuros estão em maior evidencia. O lado sombrio está calcado profundamente em nossa consciência, escondido de nós e dos outros. A mensagem transmitida desse local oculto é simples: há alguma coisa errada comigo. Não sou atraente. Não mereço ser bem sucedido. Não tenho valor.

E ainda temos o fato dela ter comportamento ‘próprio’, quando agente menos espera está a esperta da sombra se projetando sobre os outros e criando o caos. Mas sobre as mensagens que ela embuí na nossa mente,  muitos de nós somos levados a acreditar nas mesmas. Cremos que, se olharmos bem de perto o que jaz nas profundezas do nosso espirito, acharemos algo podre. Evitamos nos aprofundar com medo de descobrir alguém com quem não consigamos resolver. Então somos levados a viver rotinas chatas, viramos reclamões etéreos, começamos a andar de cabeça baixa, começamos a acreditar em destino, que somos presos a maldição,  mudamos nossas preferencias e coisas padrões que você deve saber ou em algum momento vai descobrir.

Por padrão, talvez culpa de alguma parte da história que boia o inconsciente coletivo, tentamos sutilmente suprimir nossas sombras. Viramos consumistas, comemos mais chocolates ou saímos para beber. Quando na verdade, precisamos auto revelar, reconhecer e assumir essas coisas que tememos em encarar. Afinal, como todos os arquétipos, a sombra também faz parte de nós e não podemos matar ela. Ela está ai e sempre estará, ela existe para nos ensinar, guiar e surpreendentemente nos abençoar com nosso eu completo; como Jung dissertou em seus livros : a luta contra sombra é o passo mais difícil na nossa conquista para descobrir como ser nós mesmos.  A sombra só é prejudicial quando reprimida, pois , reprimir esta faz com que ela fique fora de controle e seu comportamento malicioso podem incapacitá-lo nas áreas e momentos mais importantes de sua vida.

Acredite, sua vida se transformará quando você ficar em harmonia com sua sombra.  A lagarta se tornará uma bela borboleta. Você não precisará mais fingir ser alguém que não é. O desejo de se auto declarar vai sumir. Quando você assumir sua sombra, você deixará de viver num constante estado de temor e ansiedade. Em todo lado negro tem luz, descubra os dons da sua sombra e você revelará seu verdadeiro eu em toda a sua glória e terá liberdade para ser o que quiser, e o que sempre quis ser.

Frustrações e zangamentos oriundos de egoísmo do outro, preguiça, arrogância e da resposta rude de um estranho. Aquelas coisas que te aborrecem com tanta facilidade e intensidade vão sumir. A sombra é totalmente relacionada à coisas que escondemos ou negamos , que enterramos ao longo do nosso caminho para sermos uma ‘pessoa boa’ . Se você for capaz de aceitar os impulsos que a sombra cria dentro de você , você está aberto para o que quiser .

Sobre AA

"Não sou tão careta quanto pareço. Nem tão culto. Não acredite em nada do que eu escrever. Acredite em você mesmo e no seu coração."
Esse post foi publicado em Psicologia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s