Experiência onírica consciente – Too Fast To Live, To Young To Die.

Dia 29 de julho, de 2010 – Quinta – Feira – Too Fast To Live, To Young To Die.

Dia normal, faltando alguns dias para volta as aulas,  de manhã voltei de Teresopolis para o Rio de Janeiro, como de costume, terminei de ler + algum livro dos 2 zilhões que eu li nas minhas férias e dormi grande parte da viagem.

Cheguei no Rio tudo normal, nada pra fazer, ninguém para sair fiquei o dia todo pensando  sobre os acontecimentos que se sucederam esse ano, sim, está dificil, muitas decisoes e pouco tempo.

Fiquei dividindo tempo falando com pessoas no msn, telefone e deitado na cama olhando pro teto.

Foi sem duvida um dia nostalgico.

Ae que vem o problema, a noite… Apesar de ser um dia de férias eu não fui dormir tarde, botei um headphone como de costume e deixei uma musica X em loop infinito até a bateria acabar. E ae que aconteceu…

Eu estava dormindo. Quando escutei o celular tocar. Ele tocou mais alto do que o costume. Eu abri os olhos. Simplesmente, eu estava alto da cama, precisamente acima do meu corpo. Olhei para um lado, para outro, interessante é que via tudo mas tudo estava no escuro. Negócio estranho.

Tentei mexer minhas pernas e não consegui. Tentei mexer os braços e nada.

Eu estava flutuando sobre o corpo e o curioso é que os sons estavam MUITO ALTO. INTENSO…

Depois, senti uma turbulência, meu corpo tremeu todo. Quando abri os olhos, estava deitado na cama novamente.

Isso durou horas para mim, minutos para o mundo. Depois não deu, acordei minha mãe e ela achou que eu estava ficando louco, mais me escutou.

De manhã ligo pra todos os médicos do universo e consigo fazer um check up classico e ir para uma psicologa.

Bem, minha saude estava tudo bem, ta ta nen tanto, =/ .

Mais descobri o que aconteçeu…

EQM, vulgarmente conhecida como Experiencia de Quase -Morte.

Fiquei horas conversando pra descobrir o que foi, apesar de eu ter constatemente expeciencias oniricas como o Sonho Lucido, nada nada mesmo tinha sido tão macabro quanto isso.

Inconcientimente talvez eu queria morrer, mais eu escolhi voltar.

Desde então minha imaginação morreu, minha arte morreu, meu pensamento morreu , até agora, que eu começei a sentir meu antigo Aion (eu) de volta.

Esta dificil, muito rapido para viver, muito jovem para morrer.

Sobre AA

"Não sou tão careta quanto pareço. Nem tão culto. Não acredite em nada do que eu escrever. Acredite em você mesmo e no seu coração."
Esse post foi publicado em (in)utilidades, Caminhos Da Vida e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s