Uma Historia Sobre Um Mestre e Seu Discípulo

Numa terra distante e numa era muito antiga, existia uma criança. Seu nome não interessa para nós, porém sua historia serve para ensinar uma lição.

A história do garoto começa num orfanato, cujo cresceu 6 de seus longos anos lá. Foi deixado la por alguém, possivelmente sua mãe desde os primeiros estágios da vida.

Um dia, provavelmente uma noite chuvosa, as senhoras que tomavam conta do orfanato receberam uma viajante que procurava abrigo pelo fato da chuva estar estrondosa. Esta trajava roupas sujas, uma grande bagagem e uma capa rasgada. Ela ficou uma semana lá, e seus passos la dentro não interessam a nós porém, o fato dela resolver adotar uma criança no ultimo dia vale apena ser citado.

E assim se cruza a história de 2 pessoas, a misteriosa mulher ofereceu sua mão ao garoto com as seguintes palavras :

“- Garoto , venha comigo,  junto a mim ofereçerei conhecimento e aventura, venha viajar comigo você não ira se arrepender”

O jovem garoto, apesar de não entender muito bem as palavras daquela mulher, pegou sua mão e assim partiram os dois, para um caminho sem fim ao redor do mundo.

Anos foram passando e assim a relação entre os dois foi crescendo, o garoto aprendeu tudo sobre a vida, cresceu, recebeu carinho como uma de uma mãe da mulher e ao completar 11 anos sua mestra, como ja tinha costume de chama-la o pediu um minuto para lhe dar um presente.

“-Garoto, receba esse presente.” E assim lhe entregou um livro, cujo o titulo não se sabe qual é agora. “-Neste livro  contém ensinamentos e as bases de todas as religiões e crenças menores que eu conheci em toda minha vida. Leia este e escolha uma para crer, afinal todos nós precisamos de uma, depois, aconteca o que acontecer nunca abandone as crenças que para ti você confiou.”

O garoto abraçou o livro,  e tornou-se em sua tenda começar a ler.  Acredita-se que o menino só conseguiu terminar de ler o livro 1 ano depois, afinal, este livro perdido é suposto o maior livro ja feito pela humanidade, alem de ter uma complexidade tremenda em sua leitura.

Passou-se 1 ano então, o menino leu e claro escolheu sua crença,  e a pois no coração como se aquilo fosse seu unico caminho de vida, e era!

Mais como toda história bonita, existe uma parte trágica. Ao completar 14 anos, a mestra resolveu fazer uma piada para comemorar o aniversario do seu pupilo de forma bem divertida, acredita-se que estes estavam a visitar o que hoje é a Inglaterra.

Mais enfim, e assim fez-se a piada, mais não sabia a Mulher que a piada tão fraca dela atinjiria tão fundo o coração do jovem pupilo. Não se sabe o que ela fez,  só se sabe que aquele ato, penetrou no fundo da memória do garoto, e com isso fez que ele retribuise a piada com as mais baixas palavras sobre sua mestra.

Sua mestra nun ato revolto-so, obrigou seu pupilo a pedir desculpas e ele não o fez. Por horas os 2 discutiram horas quem estava certo e quem estava errado.  O garoto não suportou mais , pegou o livro  e todos os presentes que havia recebido de sua mestra jogou no chão e  seguiu seu caminho, assim como sua mestra.

Anos passaram, o garoto sozinho viajou o mundo assim como sua mestra o fez.

O que acontece que em uma noite de outono, deitada sobre as folhas que caem, a mulher abriu aquele livro que tinha dado de presente ao seu ex-pupilo, e o folheou. Passou rapido porem reparou que uma página estava marcada, voltou a ela e leu.

Era o capitulo que falava sobre uma religião cujo o nome foi perdido, mais sabe-se que a crença principal da religião e talvez a unica fosse algo que podemos nomear hoje como “A retribuição do cosmos” , afinal assim como o livro foi perdido, todo o seu conteudo assim também.

A lei dizia, que tudo que uma pessoa faz, volta, de uma maneira qualquer para esta pessoa, seja esse ato ruim ou bom, tres ou cinco vezes mais forte. Claro, que essa informação não é certa, existem estudiosos que dizem que a lei era algo como “Nunca faça para os outros o que você não deseja que eles façam como  voce”,  todas entretanto falam algo similar.

A Mulher proseguiu a ler, e na ultima linha depois de 100 pagina sobre esta religião, ela leu algo que entrou na sua mente como um tiro no coração, ela fechou o livro e poi-se a chorar.

Num segundo ela sabia que estava errada, desde então. Dizem que ficou 3 meses a chorar, até que conformou-se e partiu na sua jornada.

O tempo passou,  o garoto tinha virado um homem e completado 20 anos. A mulher, apesar de não estar velha, não e sabe a idade dela , mas sabe-se que ela tinha uma doença degenerativa muito forte e estava partindo para um de seus ultimos estagios.

O fim da nossa historia acontece nas grandes muralhas da china. Era um dia como outro qualquer quando o garoto estava caminho pelas muralhas quando no horizonte da longa muralha ver um unico corpo se movento, estava tão cedo, não deveria existir outra pessoa caminhando nessa hora alem do garoto.

E assim ele continuou até que frente a frente com a pessoa que  tinha visto, levantou a cabeça.

Foi tudo muito rápido.

“- Me desculpa”  Disse a mulher.

E num milesimo de segundo, tudo havia sido entendido.  O reencontro entre mestre e discipulo havia acontecido. O garoto falou:

“-Me desculpe”

O dois se abraçaram e puseram-se a chorar. A Mulher suspiro e tudo ficou em silencio.

Esse foi o seu ultimo ato na Terra, o apse de sua vida.

O garoto, eternamente lamentou a morte de sua mestra, e poi-se a andar pelo planeta pregando a sua palavra.

Porém como ultimo aprendizado, nunca, cometeu o erro que sua mestra cometeu.

E foi assim.

Sobre AA

"Não sou tão careta quanto pareço. Nem tão culto. Não acredite em nada do que eu escrever. Acredite em você mesmo e no seu coração."
Esse post foi publicado em Tales of Nonwhere e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Uma Historia Sobre Um Mestre e Seu Discípulo

  1. Luisa M. disse:

    Não gostei muito, mais passa uma mensagem. Respeito sempre.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s